Foi há um ano o Terror dos Incêndios na Região Centro do País - Edição Jornal
22853
post-template-default,single,single-post,postid-22853,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

Foi há um ano o Terror dos Incêndios na Região Centro do País

Foi há um ano o Terror dos Incêndios na Região Centro do País

Foi há um ano que 50 pessoas morreram e 70 ficaram feridas como consequência dos fogos que também destruíram total ou parcialmente 1.500 casas e mais de 500 empresas.

No distrito de Viseu foram 17 vítimas mortais, nos concelhos de Carregal do Sal, Mortágua, Nelas, Oliveira de Frades, Santa Comba Dão e Tondela.

Um ano depois, há ainda quem não tenha a sua habitação construída.

O recurso continuam a ser casas de familiares, arrendadas ou cedidas e Instituições Particulares de Solidariedade Social.

A reconstrução das casas de primeira habitação que as chamas destruíram ainda decorre um pouco por toda a região.

No concelho de Santa Comba Dão, tinham sido afetadas 147 casas de primeira habitação… até ao momento, segundo a autarquia, foram reconstruídas 39 e decorrem obras em mais 62, e a esperança é que estejam todas prontas até ao final deste ano.

No concelho de Tondela, foram validados 62 processos com apoio inferior a 25 mil euros cada, e ainda há mais 74 obras apoiadas por fundos da CCDR Centro de reconstrução total ou grandes reparações.

32 habitações de montante inferior a 25 mil euros estão já com obra feita, e mais de 50 estão em construção.

No concelho de Vouzela, as chamas atingiram 46 casas de primeira habitação. Segundo a autarquia, seis estão reconstruídas e 39 em obras.

No concelho de Oliveira de Frades, foram afetadas 49 casas de primeira habitação, das quais sete estão reconstruídas e as famílias já realojadas, de acordo com a autarquia.

Além das casas de primeira habitação, foram atingidas pelas chamas muitas outras de segunda habitação, devolutas ou que não eram habitadas: 96 em Santa Comba Dão, cerca de duas centenas em Tondela, 111 em Vouzela e meia centena em Oliveira de Frades.

As chamas do ano passado atingiram também cerca de 70 unidades industriais em Oliveira de Frades, Tondela e Santa Comba Dão e cerca de 60 em Vouzela.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm.