78 militares vão reforçar patrulhas para evitar incêndios nos próximos dias - Edição Jornal
32658
post-template-default,single,single-post,postid-32658,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

78 militares vão reforçar patrulhas para evitar incêndios nos próximos dias

78 militares vão reforçar patrulhas para evitar incêndios nos próximos dias

Face à previsão de subida das temperaturas para os próximos dias, em apoio à Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), um total de 78 militares, distribuídos em 26 patrulhas das Forças Armadas (16 do Exército e 10 da Marinha), vão reforçar a partir desta quarta-feira, e por período indeterminado, ações de vigilância terrestre e patrulhamento dissuasor em 14 distritos de Portugal Continental, entre os quais Viseu, Coimbra e Guarda, tendo o objetivo de incrementar as ações de prevenção.

Os militares das Forças Armadas irão ser empenhados em operações de vigilância terrestre mas, em caso de necessidade, poderão ser empenhados em ações de pós rescaldo ou de apoio geral às operações de proteção e socorro que possam vir a ser desencadeadas.

O Estado-Maior-General das Forças Armadas, através dos seus oficiais de ligação aos Comandos Distritais de Operações de Socorro, mantêm o acompanhamento em permanência do evoluir da situação operacional.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm

*****