ACADÉMICO AINDA QUER RECEBER O BENFICA B NO FONTELO - Edição Jornal
45023
post-template-default,single,single-post,postid-45023,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

ACADÉMICO AINDA QUER RECEBER O BENFICA B NO FONTELO

ACADÉMICO AINDA QUER RECEBER O BENFICA B NO FONTELO

O Estádio do Fontelo vai entrar em obras, já no início de março, o que deixa o Académico de Viseu a ter que procurar `casa emprestada´ para os últimos jogos da época, como visitado, na II Liga portuguesa de futebol.

Há muito que a Câmara Municipal de Viseu tem anunciadas obras no Estádio do Fontelo, para requalificação da pista de atletismo e mudança do relvado, estando ainda prevista a instalação de um novo sistema de rega automática.

Até final da II Liga, o Académico vai ainda receber Benfica B, Varzim, Vizela, FC Porto B, Vilafranquense e Sporting da Covilhã, mas já foi informado pela autarquia que as obras são para avançar já no início de março, mas, em aberto,  a possibilidade de ainda poder receber no Tondela o Benfica B, jogo previsto para meados de março..

A Covilhã, nesta altura, é a hipótese mais provável para receber os jogos dos viseenses até final, situação que já chegou a estar ponderada pela SAD do Académico de Viseu quando as obras já estiveram previstas em épocas passadas, solução que sairá mais barata aos cofres da SAD do que o as alternativas Aveiro e Coimbra.

Os treinos, ao que a Estação Diária apurou, serão divididos entre o Campo Alves Madeira, junto ao IPJ, no Fontelo, e o Municipal de Mangualde.

A SAD do Académico de Viseu promete para breve uma decisão oficial sobre a situação, até porque tem, atempadamente, que informar a Liga de clubes de qual será a solução final.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm.