Autarcas de Viseu vão a Lisboa pedir explicações ao Governo sobre a requalificação do IP3 - Edição Jornal
31187
post-template-default,single,single-post,postid-31187,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

Autarcas de Viseu vão a Lisboa pedir explicações ao Governo sobre a requalificação do IP3

Autarcas de Viseu vão a Lisboa pedir explicações ao Governo sobre a requalificação do IP3

Os responsáveis pela Comunidade Intermunicipal (CIM) Viseu Dão Lafões vão reunir na sexta-feira, dia 5 de julho, em Lisboa, com o ministro das Infraestruturas, Pedro Santos, e o assunto em cima da mesa vai ser a requalificação do IP3.

Há cerca de três semanas, numa reunião entre o presidente da CIM Dão Lafões, o autarca de Carregal do Sal, Rogério Abrantes e a Infraestruturas de Portugal, os autarcas foram informados de que o projeto da requalificação seria apresentado no terceiro trimestre de 2021. Um cenário que deixou apreensivos os autarcas, convencidos que antes de 2023 não avançará a obra.

Desde essa reunião que a CIM Viseu Dão Lafões solicitou uma reunião ao titular da pasta das Infraestruturas, reunião que está agora agendada para sexta-feira, em Lisboa.

Os autarcas da região querem ver esclarecidos os prazos para a requalificação do IP3, e defendem que devem ser mantidos os que foram publicamente anunciados pelo anterior ministro, Pedro Marques, que foi ocupar o cargo de eurodeputado. O Governo havia assumido que a obra estaria concluída em 2022, com o projeto entregue durante o corrente ano de 2019, e com as obras a arrancarem em 2020.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm

*****