Castro Daire o segundo concelho do país com mais fogos nos dois primeiros meses do ano - Edição Jornal
26205
post-template-default,single,single-post,postid-26205,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

Castro Daire o segundo concelho do país com mais fogos nos dois primeiros meses do ano

Castro Daire o segundo concelho do país com mais fogos nos dois primeiros meses do ano

O concelho de Castro Daire foi o segundo do país com registo de maior número de incêndios e de área ardida nos dois primeiros meses do ano. Foram 48 ocorrências e 120 hectares queimados. Pior só mesmo Montalegre, no distrito de Vila Real, com 61 ocorrências e 161 hectares de área ardida.

Os dados constam do relatório nacional provisório de incêndios rurais, entre 01 de janeiro e 26 de fevereiro.

A nível distrital, Vila Real está no topo deste ranking negativo, com um total de 145 incêndios, seguido de perto por Viseu onde há registo de 143 ocorrências desde 1 de janeiro.

O uso do fogo para renovação de pastagens ou para a queima de resíduos florestais e agrícolas é apontado como a principal causa da esmagadora maioria destes incêndios de Inverno.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm

*****