CIM VISEU DÃO LAFÕES INTEGRA PROJETO SOBRE ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS - Edição Jornal
41009
post-template-default,single,single-post,postid-41009,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

CIM VISEU DÃO LAFÕES INTEGRA PROJETO SOBRE ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS

CIM VISEU DÃO LAFÕES INTEGRA PROJETO SOBRE ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS

A CIM Viseu Dão Lafões está a integrar o projeto LIFE NIEBLAS, que visa mitigar os efeitos das alterações climáticas no Sul da Europa e regiões ultraperiféricas da União Europeia, avança em comunicado.

O projeto LIFE NIEBLAS, teve início nas Ilhas Canárias e tem, como elemento caracterizador, o recurso a protótipos de coletores de neblina, os quais permitem a recuperação de aquíferos e a consolidação de áreas florestais, uma vez que proporcionam uma irrigação regular, facilitando, dessa forma, o crescimento sustentado do coberto vegetal.

A CIM Viseu Dão Lafões informa que ao participar neste projeto “irá efetuar a reflorestação de algumas zonas afetadas por incêndios, com espécies autóctones, associando, a essa reflorestação, a utilização dos referidos coletores de neblina, permitindo, assim, a recuperação sustentável de florestas e aquíferos locais, reforçando dessa forma a resiliência dos ecossistemas de Viseu Dão Lafões”.

Explica ainda que “este processo aliado a novas metodologias de reflorestação, melhora significativamente a capacidade de infiltração de água no subsolo e reduz a evapotranspiração, revertendo ou desacelerando o processo de desertificação, possibilitando, ainda, ganhos significativos ao nível da eficiência energética e rentabilidade económica, em contraste com as práticas tradicionais de reflorestação.

Para o Secretário Executivo da CIM Viseu Dão Lafões, Nuno Martinho “este é mais um projeto, com efeito demonstrador, que associa soluções tecnologicamente avançadas com benefícios para o ecossistema da nossa região”. “Associado a outros projetos dinamizados pela CIM Viseu Dão Lafões, como é o caso dos projetos Life Landscape Fire e Climalert, este projeto encerra um grande simbolismo para a CIM Viseu Dão Lafões, na medida em que permite afirmar a nossa região, em termos europeus, como um território  proativo no desenvolvimento e testagem de soluções piloto, com benefícios no domínio do combate aos efeitos das alterações climáticas e na proteção da biodiversidade”, adiantou o Secretário Executivo.

Com a duração de 36 meses e uma dotação orçamental global de aproximadamente 2.25 milhões de euros, este projeto é financiado pelo Programa para o Ambiente e a Ação Climática (LIFE).

O Projeto LIFE NIEBLAS, envolve um total de oito parceiros: além da CIM Viseu Dão Lafões, reúne os esforços da Empresa Pública Gesplan; Cabildo de Gran Canária; Instituto Canario de Investigaciones Agrarias (ICIA); Instituto Tecnológico de Canarias; Universidad de La Laguna; Heredad de Aguas de Arucas y Firgas; Centro de Investigación Ecológica y Aplicaciones Forestales de Cataluña.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária  96.8 FM ou em www.968.fm