CIM VISEU DÃO LAFÕES INVESTE MEIO MILHÃO DE EUROS NA “ROTA DO MEGALITISMO” - Edição Jornal
40165
post-template-default,single,single-post,postid-40165,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

CIM VISEU DÃO LAFÕES INVESTE MEIO MILHÃO DE EUROS NA “ROTA DO MEGALITISMO”

CIM VISEU DÃO LAFÕES INVESTE MEIO MILHÃO DE EUROS NA “ROTA DO MEGALITISMO”

A Comunidade Intermunicipal (CIM) Viseu Dão Lafões, em conjunto com a Câmara de Sever do Vouga, do distrito de Aveiro,  e o Turismo de Portugal, vai investir meio milhão de euros na criação da Rota do Megalitismo, que contará com  26 dólmens e um centro interpretativo.

A região é uma das que em Portugal concentra um maior conjunto do mundo de dólmens com pinturas, património histórico e cultural que a CIM Viseu Dão Lafões quer potenciar como mais um ponto de atração turística para a região.

O protocolo entre a CIM Viseu Dão Lafões, a Câmara de Sever do Vouga (Aveiro) e o Turismo de Portugal, entidade que financia o projeto em 300 mil, foi já assinado.

A Rota do Megalitismo tem um total de 26 dolmens, 13 dos quais monumentos classificados, seis como monumento nacional e os restantes como de interesse público, ainda sete espaços museológicos e um centro interpretativo que ficará instalado na Escola de Carvalhal de Vermilhas, na Serra do Caramulo, no concelho de Vouzela.

O objetivo, ainda segundo os responsáveis pela CIM Viseu Dão Lafões, é que a rota venha a ligar a outros percursos e monumentos já existentes e identificados nos concelhos de Nelas, Carregal do Sal, Aguiar da Beira, Sever do Vouga e Vouzela, e, no futuro, irá incluir outros monumentos e espaços de exposições.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária  96.8 FM ou em www.968.fm