“Conjuntura adversa nos mercados” leva Vista Alegre a cancelar aumento e venda de capital - Edição Jornal
24017
post-template-default,single,single-post,postid-24017,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

“Conjuntura adversa nos mercados” leva Vista Alegre a cancelar aumento e venda de capital

“Conjuntura adversa nos mercados” leva Vista Alegre a cancelar aumento e venda de capital

A Vista Alegre, empresa do  Grupo Visabeira, cancelou a operação de aumento e venda de capital que tinha lançado a 29 de novembro.

Numa comunicação à Comissão do Mercado e Valores Mobiliários (CMVM) a empresa justifica com o que classifica de “conjuntura adversa nos mercados internacionais” e que por essa razão “a oferta institucional de distribuição de ações não se concretizará”.

A Vista Alegre pretendia colocar na Bolsa de Lisboa 21,7 milhões de ações, cerca de 12,5% do capital social. Na oferta, a Visabeira Indústria venderia 8,7 milhões de títulos, representativos de 5% do capital, e diminuía a sua participação acionista dos 94,14% para os 70%.

A Visabeira estará agora a avaliar alternativas à operação de dispersão da Vista Alegre para obter o financiamento necessário. Esta operação iria render cerca de 17 milhões de euros.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm