COVID-19: 13 CONCELHOS DE VISEU CUMPREM CONFINAMENTO PARCIAL POR SEREM DE `RISCO ELEVADO´ - Edição Jornal
43118
post-template-default,single,single-post,postid-43118,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

COVID-19: 13 CONCELHOS DE VISEU CUMPREM CONFINAMENTO PARCIAL POR SEREM DE `RISCO ELEVADO´

COVID-19: 13 CONCELHOS DE VISEU CUMPREM CONFINAMENTO PARCIAL POR SEREM DE `RISCO ELEVADO´

Mais de meio distrito de Viseu está desde as 00:00 de hoje, 16 de novembro,  em confinamento parcial, com risco elevado de transmissão da covid-19.

São 13 dos 24 concelhos do distrito a cumprirem medidas restritivas como o recolher obrigatório entre as 23:00 e as cinco da manhã do dia segunte, e que ao fim-de.semana é ainda mais restritivo com toda a gente em casa entre a uma da tarde de sábado e as 5 da manhã de domingo, e de novo entre as 13:00 de domingo e as cinco da madrugada de segunda. Só as exceções previstas na lei podem `furar´ o recolher obrigatório.

No distrito de Viseu, e depois de Moimenta da Beira, Tabuaço, São João da Pesqueira e Tondela terem sido retirados da `lista negra´, continuaram Cinfães, Oliveira de Frades e Santa Comba Dão, enquanto mais 10 cumprem as regras de confinamento parcial desde as 00:00 de hoje: Viseu, São Pedro do Sul, Mangualde, Lamego, Penalva do Castelo, Resende, Sátão, Vila Nova de Paiva, Nelas e Castro Daire.

Além do recolher obrigatório noturno, estes concelhos com risco elevado de transmissão da covid-19 têm em vigor o dever de permanência no domicílio, a obrigatoriedade do teletrabalho, o encerramento dos estabelecimentos de comércio até às 22:00 e dos restaurantes até às 22:30, e a proibição de eventos e celebrações com mais de cinco pessoas, exceto se pertencerem ao mesmo agregado familiar.

Quanto às exceções, há 13 deslocações autorizadas, entre as quais deslocações para o trabalho, profissionais de saúde e agentes de proteção civil, saídas para idas à farmácia ou para cuidados de saúde, idas a estabelecimentos de venda de produtos alimentares e de higiene, assistência de pessoas vulneráveis, exercício da liberdade de imprensa e passeios pedonais de curta duração, ou curtos passeios com animais de companhia, sempre nas redondezas das zonas onde habitam.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm.