COVID-19: AUMENTO DE CASOS LEVA MUNICÍPIO DE VISEU A CONDICIONAR ACESSO A VÁRIOS EVENTOS NA CIDADE - Edição Jornal
47491
post-template-default,single,single-post,postid-47491,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

COVID-19: AUMENTO DE CASOS LEVA MUNICÍPIO DE VISEU A CONDICIONAR ACESSO A VÁRIOS EVENTOS NA CIDADE

COVID-19: AUMENTO DE CASOS LEVA MUNICÍPIO DE VISEU A CONDICIONAR ACESSO A VÁRIOS EVENTOS NA CIDADE

O Município de Viseu decidiu adiar todas as atividades previstas no programa ‘Verão na Cidade Jardim’ que não tenham controlo de acesso. É uma das medidas anunciadas pela Comissão Municipal de Proteção Civil para fazer face ao aumento de novos casos de covid-19 no concelho (87 na semana entre 23 e 29 de junho), e ao aumento substancial da taxa de incidência que é agora de 140 casos por 100 mil habitantes, situação que deixa o concelho em risco de poder ter que recuar nas medidas de desconfinamento.

Apesar de o concelho não constar, ainda, oficialmente da lista de municípios de risco elevado, entendeu a Câmara de Viseu que “é tempo de tomar medidas que possam evitar a escalada de novos casos de contágio e contribuir, assim, para o controlo da evolução da pandemia” no concelho, pode ler-se no comunicado da Comissão Municipal de Proteção Civil, após a reunião semanal onde são atualizados os números da pandemia em Viseu.

Assim, foi decido:

  • Reforço das ações de fiscalização, acompanhamento e policiamento de zonas e atividades consideradas especialmente críticas, através da definição de um plano concertado entre as autoridades competentes, nomeadamente a Polícia Municipal, a PSP, a GNR e a Fiscalização Municipal;
  • Adiamento de todas as atividades e/ou eventos, no âmbito do “Verão na Cidade-Jardim” ou outras iniciativas, que não disponham de controlo de acessos;
  • Supressão de atividades e/ou eventos, sempre que se verifique sobreposição com outras iniciativas que possam contribuir para o aumento do fluxo de pessoas;

É ainda reforçado o apelo “à responsabilidade e civismo dos viseenses” já que “o comportamento individual é determinante, uma vez que, como os números comprovam, a pandemia ainda não terminou”, frisa a autarquia viseense.

Quanto aos números da pandemia no concelho, entre 23 e 29 de junho há registo de 87 novos caos, elevando o total para 7438 desde março de 2020. A taxa de incidência subiu para 140 por 100 mil habitantes, e há registo de 4 doentes covid-19 no Hospital de São Teotónio, um dos quais internado na Unidade de Cuidados Intensivos.
O número de vítimas mortais associadas á doença é agora de 150 pessoas, desde março de 2020.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm.