COVID-19: GOVERNO AUTORIZA VENDA DE TESTES RÁPIDOS EM SUPERMERCADOS - Edição Jornal
48027
post-template-default,single,single-post,postid-48027,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

COVID-19: GOVERNO AUTORIZA VENDA DE TESTES RÁPIDOS EM SUPERMERCADOS

COVID-19: GOVERNO AUTORIZA VENDA DE TESTES RÁPIDOS EM SUPERMERCADOS

O Conselho de Ministros aprovou a venda em supermercados de testes rápidos de antigénio para deteção do SARS-CoV-2, os chamados autotestes, anunciou a ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva.

O objetivo do Governo é o de reforçar a identificação de casos positivos de covid-19, numa altura em que Portugal se mantém na zona vermelha da matriz de risco e a situação epidemiológica continua a preocupar o executivo.

“Continuamos naquilo que nas últimas semanas aqui tenho chamado a atenção que é uma corrida contra o tempo entre o processo de vacinação que se vai diariamente alargando e a evolução da pandemia”, sublinhou Mariana Vieira da Silva, afirmando que se impõe, por isso, “uma insistência no processo de testagem, de identificação de positivos e do seu isolamento”.

“Quando olhamos para a situação do nosso país na matriz de risco, vemos que a situação continua a degradar-se. Temos hoje no continente uma incidência [de novos casos de infeção] de 346,5 por 100 mil habitantes e um ritmo de transmissão (Rt) [do vírus] de 1,15”, adiantou ainda. 

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm.