COVID-19: INFARMED MANDA RETIRAR DO MERCADO MÁSCARAS DA ORBITPLATFORM - Edição Jornal
41460
post-template-default,single,single-post,postid-41460,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

COVID-19: INFARMED MANDA RETIRAR DO MERCADO MÁSCARAS DA ORBITPLATFORM

COVID-19: INFARMED MANDA RETIRAR DO MERCADO MÁSCARAS DA ORBITPLATFORM

A Autoridade Nacional do Medicamento (Infarmed) ordenou a retirada imediata do mercado das máscaras cirúrgicas do fabricante português OrbitPlatform por não cumprirem todos os requisitos legais.

O Infarmed anunciou, em comunicado,  que “foi identificada a colocação no mercado nacional e comercialização de máscaras cirúrgicas do tipo I” da OrbitPlatform, ostentando marcação CE indevida, por “não existir evidência (prova) de cumprimento de todos os requisitos legais aplicáveis e pela documentação técnica se encontrar incompleta”.

Em causa estão as “máscaras cirúrgicas do tipo I com as referências MC10001, MC10001.1, MC10002, MC10003 e do tipo IIR com referências MC20001, MC20002 e MC20003” da OrbitPlatform, uma empresa portuguesa que se dedica ao fabrico de máscaras cirúrgicas para proteção contra a covid-19.

O Infarmed determinou “a imediata retirada do mercado nacional dos referidos dispositivos”.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária  96.8 FM ou em www.968.fm