COVID-19: NÚMEROS CONTINUAM A DESCER, E ALIVIAM PRESSÃO SOBRE OS HOSPITAIS - Edição Jornal
45045
post-template-default,single,single-post,postid-45045,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

COVID-19: NÚMEROS CONTINUAM A DESCER, E ALIVIAM PRESSÃO SOBRE OS HOSPITAIS

COVID-19: NÚMEROS CONTINUAM A DESCER, E ALIVIAM PRESSÃO SOBRE OS HOSPITAIS

Portugal está perto dos 800 mil casos de covid-19, desde o início da pandemia, mas os números continuam a descer, e os internamentos estão no valor mais baixo desde 2 de janeiro.

O boletim da Direção Geral da Saúde regista hoje mais 63 mortes e 1032 novas infeções por sars-cov-2.

Há menos 310 internamentos, num total de 3.012, recuando para o valor mais baixo desde 2 de janeiro (2.858). Só na última semana ficaram vagas 1.470 camas e desde o pico da pandemia, a 1 de fevereiro, há uma redução de 3.857 internados, ou seja, menos 56,2%.

Os 597 doentes em cuidados intensivos desta terça-feira são a 11ª descida consecutiva, com menos 30 face ao dia anterior e torna-se no valor mais baixo desde 13 de janeiro (596 internados). Desde então, atingiu um pico a 5 de fevereiro (904) e ainda não tinha baixado dos 600. Desde esse pico, há uma redução de 307 doentes graves (menos 33,9%).

O número de casos ativos continua também em queda, agora com menos 3.598 do que no dia anterior, atingindo 77.044, o valor mais baixo desde 2 de janeiro (76.675). É o 23º dia consecutivo de quebra no número de casos ativos.

O boletim desta terça indica ainda mais 4.567 recuperados nas últimas 24 horas, elevando para 705.976 as pessoas que conseguiram recuperar da doença.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm.