COVID-19: PORTUGAL VAI COMEÇAR A DESCONFINAR, MAS AOS POUCOS - Edição Jornal
45371
post-template-default,single,single-post,postid-45371,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

COVID-19: PORTUGAL VAI COMEÇAR A DESCONFINAR, MAS AOS POUCOS

COVID-19: PORTUGAL VAI COMEÇAR A DESCONFINAR, MAS AOS POUCOS

O Governo anunciou o plano de desconfinamento para Portugal que será faseado até 3 de maio, num processo gradual, sujeito a reavaliação periódica e condicionado pelos números da evolução da pandemia.

Segunda, 15 de março, marca o início desconfinamento com o regresso das crianças às creches, ATL´s e pré-escolar, a abertura abertura de cabeleireiros, barbearias e similares, também de livrarias, comércio automóvel, mediação imobiliária, bibliotecas e arquivos.

O dever de confinamento mantém-se e a circulação entre concelhos continua proibida ao fim-de-semana e será alargada a vários dias na semana da Páscoa. A 5 de abril, segunda-feira a seguir à Páscoa, entra a segunda fase do desconfinamento com a reabertura das escolas para o segundo e terceiro ciclos. Também reabrem as atividades de tempos livres (ATL) para as mesmas idades e os equipamentos sociais na área da deficiência.

Na mesma data reabrem museus, monumentos, palácios e galerias de arte e as lojas com uma área até 200 metros quadrados e que tenham porta para a rua.

Está ainda previsto que voltem a funcionar as feiras e os mercados não alimentares, decisão sempre sujeita a autorização por parte dos municípios.

Reabrem esplanadas, com um máximo de quatro pessoas por mesa,  regressam as modalidades desportivas de baixo risco e a atividade física ao ar livre é autorizada em grupos de até quatro pessoas. Os ginásios reabrem, mas sem aulas de grupo.

Mais tarde, a 19 de abril, regressam as aulas presenciais no secundário e também no ensino superior, estando ainda prevista a reabertura total do comércio e de centros comerciais, cinemas, teatros, auditórios e salas de espetáculo.

Os restaurantes abrem portas, assim como cafés e pastelarias, mas com restrições de lotação máxima e com horário até às 22h00 ou às 13h00 ao fim de semana.

A atividade física volta a ser permitida ao ar livre em grupo de até seis pessoas, assim como as modalidades desportivas de médio risco.

No dia 3 de maio, é a última fase do plano, que retira restrições de horário na restauração e permite o regresso de todas as modalidades desportivas, da atividade desportiva ao ar livre e os ginásios voltam a não ter restrições.

A partir desta data voltam a ser permitidos os grandes eventos exteriores e eventos interiores com diminuição de lotação e os casamentos e batizados podem realizar-se com 50% da lotação.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm.