COVID-19: RESENDE AVANÇA NO DESCONFINAMENTO, LAMEGO MANTÉM RESTRIÇÕES, SANTA COMBA DÃO EM RISCO - Edição Jornal
46714
post-template-default,single,single-post,postid-46714,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

COVID-19: RESENDE AVANÇA NO DESCONFINAMENTO, LAMEGO MANTÉM RESTRIÇÕES, SANTA COMBA DÃO EM RISCO

COVID-19: RESENDE AVANÇA NO DESCONFINAMENTO, LAMEGO MANTÉM RESTRIÇÕES, SANTA COMBA DÃO EM RISCO

Resende vai avançar no desconfinamento depois de na última semana ter recuperado da elevada taxa de incidência à covid-19 que deixou o concelho nas últimas semanas debaixo de várias restrições, Lamego continua com as medidas restritivas que vigoravam a 19 de abril e Santa Comba Dão está “em alerta”.

A confirmação foi feita pela ministra Mariana Vieira da Silva, no final do Conselho de Ministros, onde o Governo decidiu que há dois concelhos no país que vão recuar no desconfinamento, dois que não avançam, e Resende que passa para o nível máximo.

A ministra garantiu que, em Portugal, “a grande maioria dos concelhos está no nível de desconfinamento máximo”, acrescentando que há

10 concelhos em alerta, entre os quais Santa Comba Dão e que se durante os próximos dias não apresentarem uma evolução positiva poderão recuar nas medidas de desconfinamento.

Lamego, Arganil, Montalegre e Odemira são os quatro concelhos com as restrições da segunda fase de desconfinamento, datadas de 19 de abril.

Além de Resende, avançaram no desconfinamento os concelhos de Alvaiázere, Melgaço, Torres Vedras, Vale de Cambra e Vila Nova de Poiares recuperaram.