COVID-19: VISEU VAI TER UMA SEGUNDA ESTRUTURA DE APOIO AO HOSPITAL - Edição Jornal
44452
post-template-default,single,single-post,postid-44452,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

COVID-19: VISEU VAI TER UMA SEGUNDA ESTRUTURA DE APOIO AO HOSPITAL

COVID-19: VISEU VAI TER UMA SEGUNDA ESTRUTURA DE APOIO AO HOSPITAL

Depois do Pavilhão do Fontelo o Multiusos, a cidade de Viseu terá uma segunda estrutura de apoio ao hospital, para dar resposta a situações relacionadas com a covid-19, anunciou hoje o presidente da autarquia, Almeida Henriques.

“Estamos a definir com o hospital e com a Segurança Social o número de camas, que pretendemos que sejam todas articuladas e que iremos colocar no [pavilhão] multiusos para estarmos precavidos para algum surto que surja nalgum lar ou para a eventualidade de termos de intervir numa lógica sanitária”, explicou aos jornalistas.

Segundo Almeida Henriques, a montagem da segunda unidade de apoio está hoje a ser iniciada e deverá ficar concluída até ao final da próxima semana.

“Da mesma maneira que montámos o hospital de campanha [no pavilhão do Fontelo], temos também prevista no plano de emergência a criação de uma segunda unidade”, por prevenção, justificou.

O autarca lembrou que a semana de 13 a 19 de janeiro foi “a pior de sempre”, com 1.004 novos casos no concelho, e que a situação que se vive neste momento “é de catástrofe do ponto de vista dos serviços hospitalares”.

Na segunda-feira, no Fontelo, foi ativado a Estrutura de Apoio de Retaguarda e o Hospital de Campanha, que têm 64 camas.

A Estrutura de Apoio de Retaguarda destina-se a doentes infetados com o vírus SARS-CoV-2 sem necessidade de internamento hospitalar e utentes de estruturas residenciais de idosos que não possam cumprir isolamento nestas instalações.

Este espaço é gerido pelo Centro Hospitalar Tondela-Viseu (CHTV), pelo Instituto de Segurança Social, pela Administração Regional de Saúde do Centro e pela Proteção Civil Distrital de Viseu.

O Hospital de Campanha tem condições para receber doentes infetados com Sars-CoV-2 que necessitem de internamento hospitalar, estando a gestão clínica e o tratamento dos doentes sob a responsabilidade das equipas médicas, de enfermagem, técnicas e auxiliares do CHTV.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm.