DIRETORA GERAL DA SAÚDE GARANTE QUE PÚBLICO NOS ESTÁDIOS NÃO SERÁ “NOS PRÓXIMOS TEMPOS” - Edição Jornal
41512
post-template-default,single,single-post,postid-41512,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

DIRETORA GERAL DA SAÚDE GARANTE QUE PÚBLICO NOS ESTÁDIOS NÃO SERÁ “NOS PRÓXIMOS TEMPOS”

DIRETORA GERAL DA SAÚDE GARANTE QUE PÚBLICO NOS ESTÁDIOS NÃO SERÁ “NOS PRÓXIMOS TEMPOS”

Graça Freitas, diretora geral da Saúde, foi esta quarta-feira questionada sobre a possibilidade de regresso do público aos estádios de futebol, e foi clara na resposta: “Não será certamente nos próximos tempos “.

Considerou haver nesta altura “outras prioridades” e é preciso “o país concentrar-se no início do ano letivo”, previsto para a próxima semana.

Graça Freitas lembra que se espera nos próximos tempos “um aumento de contactos por via das movimentações para as escolas, pelo que outras atividades terão de esperar”, entre as quais o público nos espetáculos desportivos e a abertura de espaços como discotecas.

«Manda a prudência que agora não ensaiemos outras medidas que podem levar a mais contactos. Temos de ser prudentes e faseados noutras atividades à medida que estabilizamos algumas. Pelo que se vai passar dentro e à volta as escolas, temos de ponderar público nos estádios e abertura das discotecas neste quadro mais vasto, e não será certamente nos próximos tempos. Não há previsão, temos de ver o movimento de pessoas, que não é um fenómeno único, repete-se todos os dias. E tem um impacto grande no número de contatos que cada pessoa vai ter nas próximas semanas», acrescentou Graça Freitas.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária  96.8 FM ou em www.968.fm