ECOPISTA DO VOUGA VAI CUSTAR 3 MILHÕES DE EUROS E DEVE ESTAR PRONTA DENTRO DE ANO E MEIO - Edição Jornal
42716
post-template-default,single,single-post,postid-42716,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

ECOPISTA DO VOUGA VAI CUSTAR 3 MILHÕES DE EUROS E DEVE ESTAR PRONTA DENTRO DE ANO E MEIO

ECOPISTA DO VOUGA VAI CUSTAR 3 MILHÕES DE EUROS E DEVE ESTAR PRONTA DENTRO DE ANO E MEIO

Vai arrancar em Viseu a construção da nova Ecopista do Vouga, um investimento superior a três milhões de euros, numa obra que é para estar pronta dentro de ano e meio.

A ecopista do Vouga será construída sobre o antigo ramal ferroviário da linha do Vouga, desativado desde 1980. Terá cerca e 56 km, começa em Viseu, e vai ainda atravessar os concelhos de São Pedro do Sul, Vouzela e Oliveira de Frades.

Na cidade de Viseu, fará ligação à Ecopista do Dão, num total de 115 km cicláveis.

A obra é promovida pela CIM Viseu Dão Lafões, apoiada em cerca de 2 milhões pelo Turismo de Portugla, através do programa Valorizar.

Só nas chamadas obras de arte, que incluem oito túneis, pontes e uma passagem hidráulica, serão gastos perto de meio milhão de euros.

Durante a cerimónia de adjudicação da obra, Rogério Abrantes, autarca de Carregal do Sal e presidente da CIM Viseu Dão Lafões, considerou que a Ecopista do Vouga “irá valorizar o património natural, cultural e paisagístico da região” e será uma importante mais-valia para o turismo da região.

RM – Rogério Abrantes

A ambição da CIM é que este projeto, em ligação à ecopista do Dão, que liga Viseu, Tondela e Santa Comba Dão, possa com a futura ecovia do Mondego, ser uma enorme mais-valia turística para toda a região.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm.