EDUCAÇÃO FÍSICA NAS ESCOLAS COM DISTANCIAMENTO MAS SEM MÁSCARA - Edição Jornal
41282
post-template-default,single,single-post,postid-41282,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

EDUCAÇÃO FÍSICA NAS ESCOLAS COM DISTANCIAMENTO MAS SEM MÁSCARA

EDUCAÇÃO FÍSICA NAS ESCOLAS COM DISTANCIAMENTO MAS SEM MÁSCARA

No novo ano letivo, os professores de Educação Física devem privilegiar atividades que permitam manter distanciamento entre alunos, mas o uso de máscara não será obrigatório durante as aulas.

Segundo informação enviada às escolas, pela Direção-Geral da Educação, os professores deverão optar por estratégias e metodologias de ensino que privilegiem o respeito pelo distanciamento físico “de, pelo menos, três metros entre alunos”, assegurando, no entanto, o cumprimento dos objetivos da disciplina.

Numa disciplina em grande parte marcada pela aprendizagem e prática de desportos coletivos, as atividades passam a ser, preferencialmente, individuais ou entre grupos reduzidos, simulando situações de jogo “reduzidas e condicionadas”.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária  96.8 FM ou em www.968.fm