Entrega do IRS já pode ser feita e o prazo termina a 30 de junho - Edição Jornal
27072
post-template-default,single,single-post,postid-27072,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

Entrega do IRS já pode ser feita e o prazo termina a 30 de junho

Entrega do IRS já pode ser feita e o prazo termina a 30 de junho

Está aberto o período para os contribuintes entregarem a declaração sobre os rendimentos de 2018 e, este ano com a novidade de terem três meses para cumprir esta obrigação, já que o prazo se prolonga até 30 de junho.

Tal como no ano passado, a entrega da declaração anual do IRS apenas poderá ser feita pela Internet e o prazo de três meses aplica-se a todas as tipologias de rendimentos.

Este ano o IRS automático abrande mais de 3,2 milhões de contribuintes, ou seja, cerca de 63% do total dos que entregam declaração anual deste imposto.

Quem está abrangido pelo IRS automático tem a possibilidade de recusar esta declaração e de optar por preencher e submeter o Modelo 3, caso verifique algum erro ou desconformidade, em especial em relação aos valores dos rendimentos obtidos, das retenções na fonte ou no apuramento das deduções.

No ano passado, o prazo médio do reembolso dos contribuintes que ‘validaram’ a declaração automática de IRS foi de 11 dias e para este ano a expectativa do secretário de Estados dos Assuntos Fiscais é manter o mesmo padrão. Já para quem entregue o Modelo 3, o prazo médio de reembolso deverá ser de 16 dias.

A mudança de dois para três meses para a entrega do IRS veio acompanhada de outra alteração. Até aqui, sempre que o final do prazo coincidia com um fim de semana ou com um feriado, este era prolongado para o dia útil seguinte, agora a lei determina que o limite é 30 de junho independentemente de ser, ou não, um dia útil.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm

*****