Ex-presidente da Câmara de Tondela começou a ser julgado de vários crimes - Edição Jornal
25107
post-template-default,single,single-post,postid-25107,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

Ex-presidente da Câmara de Tondela começou a ser julgado de vários crimes

Ex-presidente da Câmara de Tondela começou a ser julgado de vários crimes

O ex-presidente da Câmara de Tondela, Carlos Marta, está a ser julgado no Tribunal de Tondela, acusado dos crimes de prevaricação de titular de cargo político, falsificação de documentos e favorecimento de credores.

Juntamente com Carlos Marta, sentam-se no banco dos réus mais oito arguidos, entre os quais alguns empresários da região ligados a empresas de construção civil e obras, e de uma gasolineira.

Carlos Marta foi presidente da Câmara de Tondela, eleito pelas listas do PSD, durante três mandatos, até 2013, altura em que tomou posse José António Jesus.

Segundo a acusação, foi nessa qualidade que, entre finais de 2010 e início de 2011, terá adjudicado, verbalmente e de forma irregular, várias obras no concelho, além de ter adjudicado empreitadas a uma empresa que estava impedida de se candidatar por dívidas à segurança Social.

Um esquema complexo e fraudulento, diz a acusação, e que envolveu os vários arguidos neste processo, com o objetivo de beneficiar de forma indevida duas empresas que se encontravam com graves problemas financeiros.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm

Foto: Rui Soares