Greve dos enfermeiros já adiou 11 cirurgias no Hospital de Viseu - Edição Jornal
25353
post-template-default,single,single-post,postid-25353,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

Greve dos enfermeiros já adiou 11 cirurgias no Hospital de Viseu

Greve dos enfermeiros já adiou 11 cirurgias no Hospital de Viseu

A greve dos enfermeiros nos blocos operatórios de hospitais públicos desde 31 de janeiro, levou ao adiamento nos dois primeiros dias de 645 cirurgias, mais de metade das 1.133 previstas, anunciou o Ministério da Saúde em comunicado.

O Ministério vai divulgar semanalmente o número de cirurgias adiadas face às que estavam previstas em cada um dos sete centros hospitalares atingidos pela greve até 28 de fevereiro, data em que termina a paralisação.

A maioria de cirurgias não realizadas registou-se no Centro Hospitalar Universitário do Porto. Já no Centro Hospitalar de Tondela e Viseu, foram adiadas 11 das 35 previstas, segundo os números do ministério.

Esta segunda greve dos enfermeiros dos blocos operatórios abrange até ao dia 07 de fevereiro sete centros hospitalares: o S. João (Porto), Centro Hospitalar e Universitário do Porto, Centro Hospitalar de Entre Douro e Vouga, Gaia/Espinho, Tondela/Viseu, Braga e Garcia de Orta.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm

*****