Há um caso a agitar o futsal distrital. - Edição Jornal
16642
post-template-default,single,single-post,postid-16642,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

Há um caso a agitar o futsal distrital.

Há um caso a agitar o futsal distrital.

Há um caso a agitar o futsal distrital.

ABC de nelas e Viseu 2001 reclamam o mesmo jogador. O guarda-redes Fábio Almeida, que os nelenses apresentaram como reforço para a nova época, foi inscrito na Federação portuguesa de Futebol como jogador do Viseu 2001… tudo jornal, não fosse o caso do clube de Nelas afirmar que a documentação, que terá sido apresentada pelo Viseu 2001 na federação, apresenta rasuras e documentos errados. Entre outros problemas, os nelenses dizem que a ficha está rasurada e contém uma cópia do cartão de cidadão do atleta que não corresponde à que Fábio Almeida tem.

Acusações graves do ABC de Nelas que o Viseu 2001 desmente e garante que tinha acordo com Fábio Almeida desde junho de 2016.

O ABC de Nelas garante que vai denunciar o caso na Federação Portuguesa de Futebol e que o atleta garante que não assinou nenhum compromisso com o Viseu 2001 e que, por isso, quer que a Federação Portuguesa de Futebol averigue, até às últimas consequências, a autenticidade dos documentos apresentados pelo clube viseense, entre os quais um certificado de avaliação médica que o atleta, diz o clube nelense, garante que nunca realizou.

Na resposta, o Viseu 2001 acusa o ABC de Nelas de acusações que classifica de “falsa e difamatórias” e diz ponderar queixa nos tribunais contra o ABC de Nelas e também o atleta Fábio Almeida.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM