Hospital de Viseu com urgências requalificadas em 2021 mas sem Centro Oncológico - Edição Jornal
36214
post-template-default,single,single-post,postid-36214,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

Hospital de Viseu com urgências requalificadas em 2021 mas sem Centro Oncológico

Hospital de Viseu com urgências requalificadas em 2021 mas sem Centro Oncológico

As urgências do Hospital de Viseu vão estar requalificadas, e alargadas, até final de 2021, garantiu a ministra da Saúde, Marta Temido, numa reunião com autarcas da Comunidade Intermunicipal (CIM) Viseu Dão Lafões, mas também informou que a instalação de um Centro Oncológico não avança, pelo menos “para já”.

Sobre as obras nas urgências, a ministra adiantou que só para as fazer são cerca de 400 dias, mas lembrou que há ainda concursos e vistos prévios do Tribunal de Contas que também demoram o seu tempo. Contas feitas, adiantou Marta Temido, em finais de 2021 as obras devem estar prontas.

Quanto ao projeto do centro oncológico, não há previsão de que venha a ser instalado, pelo menos num futuro de curto prazo, adiantou Marta Temido aos autarcas, acrescentando que a intenção do Governo é avançar com a construção de uma unidade de radioterapia, que depois poderá evoluir para centro oncológico, num processo que terá várias fases no seu desenvolvimento. A primeira, adiantou a governante, poderá passar pela construção de dois bunkers e um acelerador linear para que os doentes possam fazer radioterapia em Viseu.

Marta Temido justificou que o centro oncológico não avança no imediato, por razões que se prendam com necessidades de recursos humanos e com necessidades de avaliação da qualidade dos tratamentos aos doentes.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm.