Incêndios de Outubro: CCDR Centro quer reconstruídas 90% das casas até à Páscoa - Edição Jornal
24752
post-template-default,single,single-post,postid-24752,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

Incêndios de Outubro: CCDR Centro quer reconstruídas 90% das casas até à Páscoa

Incêndios de Outubro: CCDR Centro quer reconstruídas 90% das casas até à Páscoa

A presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro reforçou em São Pedro do Sul o objetivo de, até à Páscoa, ter reconstruídas 90% das casas destruídas pelos incêndios de outubro de 2017.

Declarações de Ana Abrunhosa no dia em que entregou na freguesia de Serrazes, concelho de São Pedro do Sul, mais duas casas totalmente reconstruídas.

Em São Pedro do Sul, foram feitas seis reconstruções, duas parciais e quatro totais, num investimento total de 360 mil euros. A responsável pela CCDR Centro adiantou ainda que cinco estão prontas e uma sexta casas em fase final de reconstrução, prevendo que esteja pronta já em fevereiro.

Nas duas casas agora entregues, que foram totalmente reconstruídas, vivem dois octogenários de 87 e 81 anos.

Para a recuperação de todas as casas ficar concluído, falta entregar menos de metade das 798 casas consumidas pelas chamas em 30 concelhos da região Centro, 448 habitações particialmente afetadas e 350 que em outubro de 2017 foram totalmente destruídas pelo fogo.

Até à data, segundo Ana Abrunhosa, a CCDR Centro já pagou 31 milhões de euros pelas 460 habitações já prontas, de um total de custos de cerca de 50 milhões de euros para a totalidade das obras previstas.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm

*Foto: CM São Pedro do Sul