Janeiro seco agravou seca em Portugal - Edição Jornal
25396
post-template-default,single,single-post,postid-25396,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

Janeiro seco agravou seca em Portugal

Janeiro seco agravou seca em Portugal

O mês de Janeiro agravou o estado de seca em Portugal.

Segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), Janeiro foi um mês muito seco o que provocou um aumento da área considerada em “seca meteorológica”.

Os últimos meses não atingiram valores de precipitação considerados normais para a época de Inverno, com 34,5% do território de Portugal continental classificado como em “seca moderada”, 59,5% em “seca fraca e apenas 6% do país não está em regime de seca.

Ainda segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera, Janeiro foi ainda um mês marcado por temperaturas máximas acima dos valores normais para a época, e com mínimas muito baixas, em especial nos dias
05 e 06 com Miranda do Douro (distrito de Bragança) e Chaves (Vila Real) a registarem 7 graus negativos.

Quanto à precipitação, foi o sexto mês de Janeiro mais seco desde 2000.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm

*****