LAMEGO: AUTARQUIA QUER ESPLANADAS FECHADAS À MEIA NOITE - Edição Jornal
39317
post-template-default,single,single-post,postid-39317,single-format-standard,bridge-core-1.0.5,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

LAMEGO: AUTARQUIA QUER ESPLANADAS FECHADAS À MEIA NOITE

LAMEGO: AUTARQUIA QUER ESPLANADAS FECHADAS À MEIA NOITE

Em Lamego, a autarquia quer os estabelecimentos de restauração e bebidas fechados, e as esplanadas sem gente, a partir da meia noite. Esta decisão é justificada como medida sanitária de prevenção à propagação da covid-19, prevista nas orientações da Direção Geral da Saúde.

Assim, diz a autarquia de Lamego, os estabelecimentos de restauração e bebidas terão que “cumprir, sem tolerância horária”, o que está determinado na legislação em vigor, e a partir das 23 horas ninguém pode entrar, e todos os espaços terão que estar encerrados, e sem utilizadores a partir das 24 horas.

Este horário “é para cumprir” até ordem em contrário, adianta a autarquia de Lamego, não excluindo que a medida seja avaliada de acordo com a forma como evoluir a situação a pandemia ao longo das próximas semanas.

Apesar da restrição de horário, a Câmara de Lamego já determinou que os estabelecimentos de restauração e bebidas possam aumentar a área de esplanadas, sem pagamento de nenhuma taxa adicional, medida que vai estar em vigor até 30 de setembro.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária  96.8 FM ou em www.968.fm.