LUSITANO FOI A EXCEÇÃO NO DESCALABRO DAS EQUIPAS DE VISEU NA TAÇA DE PORTUGAL - Edição Jornal
41964
post-template-default,single,single-post,postid-41964,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

LUSITANO FOI A EXCEÇÃO NO DESCALABRO DAS EQUIPAS DE VISEU NA TAÇA DE PORTUGAL

LUSITANO FOI A EXCEÇÃO NO DESCALABRO DAS EQUIPAS DE VISEU NA TAÇA DE PORTUGAL

A I Eliminatória da Taça de Portugal, em futebol, deixou pelo caminho três das quatro equipas de Viseu que entraram em prova nesta ronda de abertura.

O Lusitano de Vildemoinhos foi a exceção, ao conseguir o apuramento que chegou apenas nos penáltis, onde venceu por 6-5 o Águias do Moradal, depois de 120 minutos de futebol, sem golos.

Pelo caminho ficaram o Castro Daire, que voltou a perder um ano depois da última derrota. Desaire por 1-0 em Paredes a afastar a equipa da Taça.

Quanto ao Cinfães, perdeu por 2-0 em Santa Marta de Penaguião, enquanto o Ferreira de Aves foi derrotado em casa pela Sanjoanense, ao sofrer um golo já nos descontos, aos 94 minutos.

Na próxima eliminatória da Taça, além do Lusitano de Vildemoinhos, estarão ainda presentes no sorteio o Mortágua, que ficou isento, e o Académico de Viseu já que as equipas da Liga Pro entram em competição a partir da segunda eliminatória.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária  96.8 FM ou em www.968.fm