Mais área ardida nos primeiros cinco meses de 2019 - Edição Jornal
30455
post-template-default,single,single-post,postid-30455,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

Mais área ardida nos primeiros cinco meses de 2019

Mais área ardida nos primeiros cinco meses de 2019

Aumentou a área ardida em comparação com os cinco primeiros meses de 2018. Viseu foi o quinto distrito com o maior registo de incêndios neste período.

Os números são do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, e, a nível nacional, apontam para cerca de 7 mil hectares consumidos pelas chamas entre 01 de janeiro e 05 de junho, enquanto no ano passado tinham ardido cerca de 5 mil.

Um aumento de cerca de 50%, embora os dados disponíveis apontem para uma diminuição do total de incêndios rurais, com o registo de 4.058, menos 932 do que em igual período de 2018.

O maior número de fogos ocorreu este ano no distrito do Porto (684), seguido de Braga (434), Vila Real (355), Viana do Castelo (308) e Viseu (297).

Na área ardida este ano, Braga no topo da lista negra com 1.254 hectares, seguido de Vila Real (1.134) e Viana do Castelo (1.010).

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária-96.8 FM ou em www.968.fm

*****