MENOS MORTES E MENOS ACIDENTES NA OPERAÇÃO NATAL 2020 - Edição Jornal
43917
post-template-default,single,single-post,postid-43917,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

MENOS MORTES E MENOS ACIDENTES NA OPERAÇÃO NATAL 2020

MENOS MORTES E MENOS ACIDENTES NA OPERAÇÃO NATAL 2020

Quatro pessoas perderam a vida nas estradas portuguesas no período do Natal, segundo registo das autoridades policiais.

É o primeiro balanço da Operação natal, que mobilizou meios da GNR e da PSP, onde, apesar das quatro vítimas mortais, menos duas que no ano passado, se verificou uma descida do número de acidentes.

Segundo a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), entre 22 e 27 de dezembro, o número de acidentes e feridos leves diminuiu em 27% e 31%, respetivamente, embora se tenham verificado mais nove feridos graves em comparação com o ano passado.

As quatro vítimas mortais (dois condutores de motociclos e dois condutores de veículos ligeiros) resultaram de quatro acidentes que ocorreram entre os dias 22 e 24 de dezembro, nos distritos da Guarda, Viana do Castelo, Porto e Leiria, acrescenta a nota da ANSR.

Segundo o comunicado, nos dias 25, 26 e 27 de dezembro não se registaram vítimas mortais.

No total, foram fiscalizados mais de um milhão e 800 mil veículos entre os dias 22 e 27 de dezembro. Foram registados 13.044 excessos de velocidade.

Há ainda registo de 218 condutores com taxa de álcool no sangue superior à máxima permitida, dos quais 174 acabaram detidos por apresentaram taxa crime, superior a 1,2 g/l.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm.