MERCADO DE JANEIRO FECHOU SEM NOVIDADES PARA TONDELA E ACADÉMICO - Edição Jornal
44641
post-template-default,single,single-post,postid-44641,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

MERCADO DE JANEIRO FECHOU SEM NOVIDADES PARA TONDELA E ACADÉMICO

MERCADO DE JANEIRO FECHOU SEM NOVIDADES PARA TONDELA E ACADÉMICO

Fechada a janela de transferências de janeiro nas competições profissionais de futebol, não houve reforços de última hora para Tondela e Académico de Viseu.

O mercado para o Tondela fechou com apenas um reforço, o médio espanhol de 24 anos, Roberto Olabe, já há duas semanas a trabalhar com a equipa, tendo mesmo alinhado alguns minutos no jogo no Jamor, frente ao Belenenses.

Tondela que confirmou ainda o empréstimo de João Mendes ao Estoril Praia. O médio de 26 anos vai representar o atual líder da II Liga, depois de na época passada ter sido emprestado à Académica de Coimbra. O empréstimo é válido até final a temporada.

No Académico de Viseu, o mercado fechou sem qualquer entrada e com a saída, por empréstimo, de Romy para o Lusitano de Vildemoinhos.

Bernardo Martins, médio ofensivo que chegou a ser oficializado no clube por empréstimo do Paços de Ferreira, esteve uma semana a treinar em Viseu e foi embora, acabando cedido pelos `castores´ ao Sporting da Covilhã. Oficialmente, e segundo o presidente da SAD, António Albino, foram “razões burocráticas” que impediram a não inscrição do atleta, e que estarão relacionadas com um impedimento de inscrição de novos jogadores por parte Académico de Viseu devido a dívidas da SAD, entre as quais, ao que a Estação Diária apurou, estão verbas por liquidar aos membros da anterior equipa técnica liderada por Sérgio Boris.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm.