MIRANDA-MORTÁGUA PARTE COM AMBIÇÕES PARA A `VOLTA A PORTUGAL ESPECIAL´ - Edição Jornal
41895
post-template-default,single,single-post,postid-41895,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

MIRANDA-MORTÁGUA PARTE COM AMBIÇÕES PARA A `VOLTA A PORTUGAL ESPECIAL´

MIRANDA-MORTÁGUA PARTE COM AMBIÇÕES PARA A `VOLTA A PORTUGAL ESPECIAL´

A Miranda-Mortágua aposta em Joaquim Silva, na sua primeira experiência como chefe de fila, para terminar no top 10 da Volta a Portugal Especial, que começa domingo em Fafe,  e tem em Viseu o final da tereira etapa, dia 30 de setembro.

Hélder Miranda, diretor desportivo da equipa, ambiciona ainda a uma posição de relevo na classificação coletiva: “O primeiro objetivo será meter um homem nos 10 primeiros da geral. Esse é o objetivo principal. Neste caso, temos o Joaquim Silva, que nos dá essa confiança de que consiga estar nos 10 primeiros da geral. À parte disso, se a corrida se desenrolar de forma favorável para nós, lutar por uma das classificações secundárias, a montanha, por exemplo”.

Ángel Sánchez e Gaspar Gonçalves, dois ciclistas “especialistas em fugas” são outras apostas da Miranda Mortágua para lutarem pelas camisolas branca e vermelha, mas é em Joaquim Silva que a equipa deposita mais aspirações. O ciclista de 28 anos, segundo na Volta a Portugal do futuro em 2014 e antigo corredor de W52-FC Porto e da espanhola Caja Rural, é chefe de fila da formação de Mortágua e tem ambições a terminar entre os 10 primeiro do pelotão na chegada a Lisboa.

Miranda-Mortágua

Equipa: Joaquim Silva (Por), Hugo Sancho (Por), Daniel Freitas (Por), Gaspar Gonçalves (Por), Pedro Pinto (Por), Ángel Sánchez (Esp) e Leangel Linarez (Ven).

Diretor desportivo: Hélder Miranda.

PERCURSO

27 de setembro – Prólogo: Fafe – Fafe, 7 km (CRI)
28 de setembro – 1.ª Etapa: Montalegre – Santa Luzia (Viana do Castelo), 180 km
29 de setembro – 2.ª Etapa: Paredes – Senhora da Graça (Mondim de Basto), 167 km
30 de setembro – 3.ª Etapa: Felgueiras – Viseu, 171,9 km
1 de outubro – 4.ª Etapa: Guarda – Torre (Covilhã), 148 km
2 de outubro – 5.ª Etapa: Oliveira do Hospital – Águeda, 176,3 km
3 de outubro – 6.ª Etapa: Caldas da Rainha – Torres Vedras, 155 km
4 de outubro – 7.ª Etapa: Loures – Setúbal, 161 km
5 de outubro: 8.ª Etapa: Lisboa – Lisboa, 17,7 km (CRI)

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária  96.8 FM ou em www.968.fm