MOIMENTA DA BEIRA: MUNICÍPIO VAI REEDITAR A OBRA DE AFONSO RIBEIRO - Edição Jornal
38712
post-template-default,single,single-post,postid-38712,single-format-standard,bridge-core-1.0.5,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

MOIMENTA DA BEIRA: MUNICÍPIO VAI REEDITAR A OBRA DE AFONSO RIBEIRO

MOIMENTA DA BEIRA: MUNICÍPIO VAI REEDITAR A OBRA DE AFONSO RIBEIRO

A Câmara Municipal de Moimenta da Beira vai reeditar a obra de Afonso Ribeiro, escritor da terra, nascido na vila da Rua em 1911, e que faleceu em 1993, autor pioneiro do movimento neorrealista.

Em parceria com a editora Edições Esgotadas, a reedição da obra do escritor arranca com “Aldeia”, escrito em 1943.

Em comunicado, a autarquia adianta que depois de “Aldeia”, está prevista a reedição de mais cinco dos 14 livros que Afonso Ribeiro publicou, entre contos, romances e dramaturgia, entre os quais “Ilusão na Morte”, escrito em 1938, e considerado pelos críticos como a primeira manifestação da nova corrente literária em Portugal.

A Câmara Municipal de Moimenta da Beira, já em 2017, em parceria com a Bertrand, tinha apostado na reedição de obras de outro dos mais consagrados escritores portugueses, Aquilino Ribeiro, com “O Homem da Nave: serranos, caçadores e fauna vária”, escrito em 1951, e dois anos depois ‘Terras do Demo’, icónico romance de Aquilino Ribeiro natural de Carregal, localidade do concelho de Sernancelhe, e que passou parte da sua infância em Soutosa, aldeia do concelho de Moimenta da Beira.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm.