MUNICÍPIO DE VISEU REFORÇA CONTRATAÇÃO DE AUXILIARES PARA AS ESCOLAS E ACUSA GOVERNO DE NÃO CUMPRIR O QUE PROMETEU - Edição Jornal
41717
post-template-default,single,single-post,postid-41717,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

MUNICÍPIO DE VISEU REFORÇA CONTRATAÇÃO DE AUXILIARES PARA AS ESCOLAS E ACUSA GOVERNO DE NÃO CUMPRIR O QUE PROMETEU

MUNICÍPIO DE VISEU REFORÇA CONTRATAÇÃO DE AUXILIARES PARA AS ESCOLAS E ACUSA GOVERNO DE NÃO CUMPRIR O QUE PROMETEU

O Município de Viseu vai apoiar os estabelecimentos de ensino do concelho com a contratação de mais 30 tarefeiras, informou em comunicado, onde critica ainda o que classifica de “silêncio do Ministério da Educação relativamente ao compromisso assumido para reforço de assistentes operacionais”.

A decisão de contratar mais três dezenas de auxiliares para as escolas foi tomada em reunião de câmara, com o autarca Almeida Henriques a criticar o Ministério da Educação por não ter cumprido a promessa de reforçar assistentes operacionais.

O presidente da Câmara de Viseu garante que existia um compromisso assumido com o Ministério para a contratação de 55 assistentes operacionais, apenas para o pré-escolar, mas o processo não avançou e a autarquia adianta que vai também responder a essas necessidades das escolas do 1º ciclo, apesar de, garantir, não ser uma responsabilidade do município.

Almeida Henriques lembra que há cerca de 230 assistentes operacionais que pertencem ao Município de Viseu e que “devido às exigências colocadas pela pandemia da COVID-19” muitos estão a ser deslocados para o pré-escolar.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária  96.8 FM ou em www.968.fm