NELAS: ESPETÁCULO DE SLACKLINE MARCA O ARRANQUE DA ‘REDE CULTURAL ALTO MONDEGO’ - Edição Jornal
47520
post-template-default,single,single-post,postid-47520,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

NELAS: ESPETÁCULO DE SLACKLINE MARCA O ARRANQUE DA ‘REDE CULTURAL ALTO MONDEGO’

NELAS: ESPETÁCULO DE SLACKLINE MARCA O ARRANQUE DA ‘REDE CULTURAL ALTO MONDEGO’

A rede cultural do Alto Mondego que junta os Municípios de Fornos de Algodres, Gouveia, Mangualde e Nelas arranca este sábado, 3 de julho, com a apresentação de um espetáculo de slackline denominado ‘Andorinhas’.

Está marcado para as 21h30, em Nelas, ao ar livre e junto à Praça do Município, e “os grandes protagonistas serão os elementos da comunidade”, segundo a organização do evento, que promete “uma performance completamente fora de caixa e muito inovadora”. Será “um teatro em cima de fitas (slackline)” em que os participantes terão muitas histórias para contar, pode ler-se na nota à imprensa.

Este é o primeiro de sete espetáculos previstos para os concelhos de Nelas, Mangualde, Fornos de Algodres e Gouveia, os quatro municípios que integram o projeto ‘Alto Mondego Rede Cultural’, cofinanciado pelo Centro 2020, Portugal 2020 e União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

O próximo está marcado para 23 de julho, em Mangualde, no Largo do Município.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm.