Presidente da Câmara de Viseu sem pretensão de transformar aeródromo num aeroporto - Edição Jornal
24280
post-template-default,single,single-post,postid-24280,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

Presidente da Câmara de Viseu sem pretensão de transformar aeródromo num aeroporto

Presidente da Câmara de Viseu sem pretensão de transformar aeródromo num aeroporto

O presidente da Câmara de Viseu garante que não tem qualquer pretensão em transformar o aeródromo municipal num aeroporto, mas não esconde que o objetivo do Município passa por ter “mais valências” e que a infraestrutura seja “um complemento de suporte logístico e de pessoas”.

Foi a reação de Almeida Henriques a recentes declarações do ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques, sobre a possibilidade de haver um aeroporto na região Centro, mas dando como exemplo Monte Real, no distrito de Leiria.

O autarca viseense desvalorizou e reafirmou que o objetivo da Câmara de Viseu é que o Aeródromo Municipal “seja uma aposta ao nível do transporte logístico para no futuro evoluir para receber voos ‘charter`”.

Mais do que transformar um aeródromo num aeroporto, Almeida Henriques aposta em que a estrutura “possa ser complementar ao aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, em especial na valência de apoio à logística e de suporte a passageiros”.

O aeródromo de Viseu recebe diariamente o voo comercial entre Bragança, Vila Real, Viseu, Cascais e Portimão.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm