Projeto Creta quer ser referência na promoção cultural em Viseu - Edição Jornal
30591
post-template-default,single,single-post,postid-30591,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

Projeto Creta quer ser referência na promoção cultural em Viseu

Projeto Creta quer ser referência na promoção cultural em Viseu

Está apresentado o projeto “Creta – Laboratório de Criação Teatral” e os seus promotores assumem o ambicioso objetivo de o tornar “ponto magnético” na cidade para o mundo da cultura, com especial atenção no teatro.

Guilherme Gomes, fundador do projeto, quer que o Creta promova “o diálogo entre artistas, entre artistas e público e entre artistas e instituições” e durante a apresentação do projeto considerou que em Viseu, é possível concretizar esse objetivo.

Ator e encenador natural de Viseu, Guilherme Gomes adiantou que a peça “Ermafrodite”, do encenador Luís Miguel Cintra, será a próxima produção em cena, no âmbito do projeto, e sobe ao palco entre 27 e 29 de junho na Incubadora do Centro Histórico de Viseu.

Guilherme Gomes, foi Prémio Autor de Melhor Texto Português de teatro, em 2018, com a peça “Que boa ideia, virmos para as montanhas”, e desenvolve o Creta no âmbito do Teatro da Cidade.

Até final do ano, entre as ações previstas, contam-se três criações teatrais, oficinas, e a criação de um clube de leitura.

O projeto “Creta – Laboratório de Criação Teatral” tem um apoio de 50 mil euros do programa municipal Viseu Cultura.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária-96.8 FM ou em www.968.fm

*****