Providência cautelar impede o fecho das estações CTT de Aguiar da Beira e Oliveira de Frades - Edição Jornal
23170
post-template-default,single,single-post,postid-23170,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

Providência cautelar impede o fecho das estações CTT de Aguiar da Beira e Oliveira de Frades

Providência cautelar impede o fecho das estações CTT de Aguiar da Beira e Oliveira de Frades

O Tribunal Administrativo e Fiscal de Viseu validou uma providência cautelar interposta pela Comunidade Intermunicipal (CIM) Viseu Dão Lafões e intimou os CTT a não encerrarem as estações dos correios de Aguiar da Beira e de Oliveira de Frades.

Segundo a CIM, além de não poder encerrar as estações dos correios das sedes dos dois municípios, os CTT também não as poderão substituir “sem a verificação prévia e avaliação, pela entidade reguladora competente, a ANACOM, da garantia do acesso e da qualidade dos serviços em condições análogas às atualmente existentes”, pode ler-se na decisão emitida pelo tribunal sobre este caso.

Com esta providência cautelar, diz ainda a CIM Viseu Dão Lafões, os CTT também não podem avançar com redução do horário de funcionamento, extinguir as estações ou substitui-las por postos de correios, em qualquer dos 14 municípios que integram a comunidade.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm