Pulseira eletrónica por violência doméstica em Viseu - Edição Jornal
24572
post-template-default,single,single-post,postid-24572,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

Pulseira eletrónica por violência doméstica em Viseu

Pulseira eletrónica por violência doméstica em Viseu

A GNR apreendeu armamento em casa de um homem de 61 anos, em Viseu, durante uma busca domiciliária numa investigação por crime de violência doméstica.

Os militares do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas do Comando Territorial de Viseu da GNR encontraram uma arma de fogo transformada, um revólver, uma caçadeira, um revólver de alarme, uma arma branca, uma arma de ar comprimido e 250 munições, além de dois bastões de madeira.

O homem era suspeito de agressões físicas e verbais e de ameaça com arma de fogo à mulher, de 56 anos.

Depois de ouvido pelo juiz no Tribunal Judicial de Viseu, ficou com medida de coação de proibição de contacto com a vítima e de afastamento da mesma, com recurso a pulseira eletrónica.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm