Queimas de resíduos florestais agora só com bombeiros ou sapadores por perto - Edição Jornal
26185
post-template-default,single,single-post,postid-26185,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

Queimas de resíduos florestais agora só com bombeiros ou sapadores por perto

Queimas de resíduos florestais agora só com bombeiros ou sapadores por perto

O secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Miguel João de Freitas, anunciou em Nelas que o Governo vai avançar com o programa “Queima Segura” já a partir de sexta-feira, 01 de março.

O programa prevê que as queimas de resíduos florestais e agrícolas, que já obrigavam a registo prévio nas autarquias, passem agora a ter que ser acompanhadas por equipas de bombeiros ou sapadores florestais.

O objetivo, segundo o governante, é diminuir o número de incêndios provocados por queimadas que acabam por se descontrolar, e que têm também custado a vida a várias pessoas.

Segundo Miguel João de Freitas, o ideal será concentrar as queimas em dois a três dias, aproveitando condições meteorológicas favoráveis, e para isso a ideia é envolver as autarquias no processo, que coordenariam com os bombeiros e equipas de sapadores o acompanhamento das mesmas.

O secretário de Estado, inaugurou no município de Nelas o Gabinete de Apoio ao Agricultor onde anunciou ainda a prorrogação até final de março do prazo para reflorestação das áreas queimadas.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm

*****