SETE CLUBES DE VISEU AMEAÇAM BOICOTE À DIVISÃO DE HONRA SE OS JOGOS SE MANTIVEREM SEM PÚBLICO - Edição Jornal
41506
post-template-default,single,single-post,postid-41506,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

SETE CLUBES DE VISEU AMEAÇAM BOICOTE À DIVISÃO DE HONRA SE OS JOGOS SE MANTIVEREM SEM PÚBLICO

SETE CLUBES DE VISEU AMEAÇAM BOICOTE À DIVISÃO DE HONRA SE OS JOGOS SE MANTIVEREM SEM PÚBLICO

A poucos dias do arranque da Divisão de Honra da Associação de Futebol de Viseu, marcado para domingo, 13 de setembro, está instalada a polémica, com sete clubes a ameaçarem parar de competir a partir da 5.ª jornada se, até lá, o público não voltar aos estádios.

Em carta enviada ao presidente da AF Viseu, assinada por Atlético de Molelos, Cinfães, Moimenta da Beira, Mangualde, Roriz, Nespereira e Penalva do Castelo, os sete signatários classificam de “leviana” a decisão das maioria dos outros clubes em aceitarem competir nas atuais condições, ou seja, sem público nos jogos devido à covid-19, mas a terem na mesma que suportar os custos com a organização das partidas.

Defendem ainda os sete signatários da carta, que o arranque a 13 de setembro é “prematuro” e este ano, devido à situação de pandemia, não faz sentido realizar uma competição como a Taça Sócios de Mérito, dando o exemplo de outras associações onde essas competições estão este ano suspensas. Sem Taça, seria possível começar a competição mais tarde e acabar mais cedo, o que, consideram, seria mais ajustado à situação de pandemia.

Defendem ainda que, se não haver público nos jogos, os clubes deverão ficar isentos do pagamento das taxas de organização dos jogos, da obrigação de policiamento ou segurança, da taxa de arbitragem, e pedem um subsídio de deslocação de 50 cêntimos por quilómetro sempre que tenham que jogar a mais de 50 km de distância.

Exigem, ainda, a transferência para os clubes do apoio financeiros de 150 mil euros prometido pela anterior direção.

Caso estas reivindicações não sejam satisfeitas, a partir da 5.ª jornada, marcada para 11 de outubro, estes sete clubes suspendem a participação na Divisão de Honra da Associação de Futebol de Viseu.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária  96.8 FM ou em www.968.fm