Tabuaço mantém a política de estímulo à natalidade | 2000 euros para quem tiver três ou mais crianças. - Edição Jornal
21788
post-template-default,single,single-post,postid-21788,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

Tabuaço mantém a política de estímulo à natalidade | 2000 euros para quem tiver três ou mais crianças.

Tabuaço mantém a política de estímulo à natalidade | 2000 euros para quem tiver três ou mais crianças.

Tabuaço mantém a política de estímulo à natalidade no concelho e, desde 2013, já entregou cerca de 148 mil euros em “cheques-bebé” às famílias do concelho.

Apesar de considerar que não é pelo apoio monetário que nascem mais ou menos crianças no concelho, o presidente da autarquia, Carlos Carvalho, acredita que “o dinheiro é uma ajuda”, e reafirma que “é para manter e reforçar”.

O executivo já aprovou uma proposta de alteração ao programa de “Incentivo à Natalidade”: mantém-se o valor de 1000 euros atribuídos por cada criança que nasce em Tabuaço, sendo esse valor  agora para situações de primeiro filho, com a autarquia a aumentar para 1500 euros o valor por um segundo filho e para 2000 euros a quem tiver três ou mais crianças.

No total, adianta o município, desde 2013 que já foram apoiados 138 agregados familiares, e dois deles já beneficiaram das novas regras.

Os “cheques-bebé” são atribuídos às famílias como vouchers que devem ser utilizados em Tabuaço, e em despesas com bens e serviços indispensáveis ao desenvolvimento saudável e harmonioso da criança.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm