Vestidos de Chita celebraram folclore e modernidade na Feira de São Mateus - Edição Jornal
21557
post-template-default,single,single-post,postid-21557,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

Vestidos de Chita celebraram folclore e modernidade na Feira de São Mateus

Vestidos de Chita celebraram folclore e modernidade na Feira de São Mateus

O Concurso de Vestidos de Chita regressou, no passado domingo, à Feira de São Mateus, para uma edição única. Pelo terceiro ano consecutivo, o evento, recuperado pelo Município de Viseu e pela Viseu Marca em 2016, contou com várias novidades e o glamour a que os viseenses já se habituaram.

Foram 24 os modelos originais a concurso: 17 Vestidos de Chita e 7 Vestidos de Noiva de Chita. Mais de 25 criadoras e criadores estiveram envolvidos na confeção destes vestidos, de entre os quais amadores, profissionais do ramo e até mesmo formandos. O tema do folclore aliou-se à contemporaneidade em muitas das criações para celebrar “Viseu, Cidade Europeia do Folclore” e outros atributos da Cidade-Jardim.

Para Jorge Sobrado, Gestor da Feira de São Mateus, “este concurso marca o regresso em força de uma lenda viva do certame, muito apreciada pelo público. Soubemos resgatar essa tradição num novo tempo áureo da Feira e modernizá-la com inovação, glamour e criatividade. Estamos não apenas a ativar as memórias do passado, mas também a construir as memórias do futuro”. Para o também vereador da Cultura da Câmara Municipal de Viseu, “esta iniciativa é também um espaço de lançamento e afirmação de talentos de Viseu e do país no mundo do design de moda. Para os jovens premiados, este reconhecimento é um estímulo positivo”.

Saiu premiado o modelo da costureira Susana Costa (1º Prémio), o modelo conjunto de Dimiliyana Kostova, Inês Santos, Tânia Morais, Sónia Ribeiro e Susana Costa (2º Prémio) e o vestido das criadoras Elizabete Aguiar e Diana Vasconcelos (3º Prémio).

Na nova categoria de Vestidos de Noiva de Chita, Nuno Queirós arrecadou o 1º Prémio e ainda o prémio de Escolha do Público, que levou, pela primeira vez, a audiência a votos.

Foram, ainda, atribuídas duas Menções Honrosas em cada categoria: ao Vestido de Chita de Inês Santos e ao Vestido de Noiva de Clara Sousa e Tânia Marques.

Segundo Carlos Ferreira, júri residente e alfaiate viseense, “há muito talento nesta região, como o comprovaram os magníficos vestidos a concurso. É um enorme orgulho presenciar a dedicação, o carinho e a criatividade que foram colocadas nestas peças.”.

Katty Xiomara, estilista com ligação especial a Viseu que também integrou o painel de jurados, afirma que “foi uma decisão muito difícil para o júri, apesar de o reconhecimento do trabalho destes criadores estar à vista de todos. É de louvar a forma como conseguiram homenagear a sua cidade e a história deste evento em grande estilo, não perdendo de vista os conceitos técnicos.”.

Filomena Cautela foi o rosto da apresentação e animou a noite com o seu carisma. Tozé Santos, vocalista dos Perfume, liderou os momentos musicais.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm.