VISEU: CÂMARA À ESPERA DE `LUZ VERDE´ DA DGS PARA TER EQUIPAMENTOS DE DIVERSÃO DURANTE O “CUBO MÁGICO” - Edição Jornal
39635
post-template-default,single,single-post,postid-39635,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

VISEU: CÂMARA À ESPERA DE `LUZ VERDE´ DA DGS PARA TER EQUIPAMENTOS DE DIVERSÃO DURANTE O “CUBO MÁGICO”

VISEU: CÂMARA À ESPERA DE `LUZ VERDE´ DA DGS PARA TER EQUIPAMENTOS DE DIVERSÃO DURANTE O “CUBO MÁGICO”

A Câmara de Viseu está à espera que a Direção-Geral da Saúde (DGS) estabeleça as regras sanitárias relativas ao funcionamento de equipamentos de diversão, para que possam animar a cidade durante o projeto Cubo Mágico, que começa a 21 de julho e se prolonga até 21 de setembro.

O projeto multidisciplinar Cubo Mágico vai ocupar 18 locais da cidade, entre os quais o Campo de Viriato, espaço onde habitualmente decorre a Feira de São Mateus, e a intenção da Câmara de Viseu é que por lá possam funcionar equipamentos de diversão, como carroceis e carros de choque, entre outros. Segundo a autarquia, falta apenas que a DGS , regulamente o protocolo de higienização e segurança que permita o retomar desta atividade, e em absoluta segurança.

A autorização da autarquia está enquadrada num protocolo de cooperação, aprovado há 15 dias, e que permite a instalação deste tipo de equipamentos, desde que sejam salvaguardadas duas condições: a questão legal e a questão sanitária.

Com a questão legal resolvida pelo despacho publicado em suplemento na quarta-feira em Diário da República, e assinado pelo ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, a autarquia espera agora que sejam publicadas as orientações da DGS.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária  96.8 FM ou em www.968.fm.