VISEU: CÂMARA CANDIDATOU A FUNDOS COMUNITÁRIOS O PARQUE INDUSTRIAL DE LORDOSA - Edição Jornal
40288
post-template-default,single,single-post,postid-40288,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

VISEU: CÂMARA CANDIDATOU A FUNDOS COMUNITÁRIOS O PARQUE INDUSTRIAL DE LORDOSA

VISEU: CÂMARA CANDIDATOU A FUNDOS COMUNITÁRIOS O PARQUE INDUSTRIAL DE LORDOSA

A Câmara de Viseu já entregou a candidatura a fundos comunitários para a construção da área de acolhimento empresarial de Lordosa, no valor de 12,2 milhões de euros.

A informação foi avançada pelo autarca viseense, Almeida Henriques, no final de mais uma reunião do executivo, adiantando que o projeto prevê cerca de 40 hectares numa primeira fase, mas com margem para crescer até aos mil hectares de área.

Almeida Henriques garantiu ainda que a candidatura apresentada prevê “uma forte componente ecológica, e outra muito forte para a área da logística”, tirando partido da proximidade do parque ao aeródromo de Viseu, e na expectativa de, no futuro, vir a ser servido pela ligação ferroviária que se prevê venha a ser construída entre Aveiro, Viseu e Vilar Formoso.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária  96.8 FM ou em www.968.fm