Viseu: Concluída intervenção nos azulejos dos bancos do Jardim de Santo António - Edição Jornal
21440
post-template-default,single,single-post,postid-21440,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

Viseu: Concluída intervenção nos azulejos dos bancos do Jardim de Santo António

Viseu: Concluída intervenção nos azulejos dos bancos do Jardim de Santo António

A Câmara Municipal de Viseu assinalou a conclusão dos trabalhos de reabilitação do revestimento azulejar dos bancos do Jardim de Santo António, espaço desenhado pelo Capitão Almeida Moreira e que constitui um património singular da cidade.

A intervenção pretendeu recuperar um conjunto de dez bancos, datados do primeiro quartel do século XX, decorados com revestimento a azulejos, que se encontravam bastante degradados, fruto do desgaste da sua utilização, mas também devido à sua localização exterior.

No sentido de inverter este processo, o Município de Viseu contratou o serviço de recuperação a uma empresa especialista em restauro, que removeu e substitui os azulejos mais danificados por réplicas, optando pela conservação e restauro das restantes unidades.

Todos os fragmentos de azulejos retirados (para que fossem produzidas as réplicas) foram entregues ao Depósito Arqueológico Municipal, criado em Fevereiro de 2018, onde serão estudados, analisados e acondicionados para a posteridade.

No total, foram aplicadas cerca de 540 reproduções azulejares num conjunto que totaliza 1.600 azulejos.

“Esta intervenção é mais um passo na proteção e promoção da memória e da identidade viseenses e um passo na salvaguarda do valioso património azulejar de Viseu”, refere o Presidente da Câmara de Viseu, Almeida Henriques.

Já para o Vereador da Cultura e Património, Jorge Sobrado, “esta iniciativa é demonstrativa de uma nova vocação do programa municipal Viseu Património, voltada para o restauro e salvaguarda do património artístico da cidade, em que se destaca o azulejo. A próxima intervenção está apontada para o revestimento azulejar da Fonte de São Francisco, ainda em 2018”.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm.