Viseu é um dos concelhos com mais pedidos para realização de queimadas - Edição Jornal
32969
post-template-default,single,single-post,postid-32969,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

Viseu é um dos concelhos com mais pedidos para realização de queimadas

Viseu é um dos concelhos com mais pedidos para realização de queimadas

Viseu foi o sétimo município do país a registar maior número de pedidos para a realização de queimadas. Os dados são da aplicação informática para autorização de queimas e queimadas e, a nível nacional, nos primeiros sete meses deste ano, há registo de mais de 300 mil pedidos.

No topo está o concelho de Oliveira do Hospital, com 6320 solicitações, com Viseu a ser o sétimo concelho, com um total de 4212.

O maior número de pedidos foi em março, que coincide com o final do prazo para os proprietários assegurarem a limpeza de terrenos.

Desde a publicação do decreto-lei 14/2019, as queimas necessitam de uma comunicação prévia, fora do período crítico de incêndios rurais, enquanto as queimadas exigem uma autorização. Já dentro do período critico – geralmente entre 01 de julho e 30 de setembro – tanto as queimas como as queimadas precisam de autorização das autarquias.

A GNR registou este ano, até 01 de setembro, 4.520 crimes de incêndio florestal e instaurou 593 processo por incumprimentos das normas para a realização de queimas e queimadas.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm

*****

Tags: