VISEU VAI TER CENTRO DE COMANDO NO NOVO MODELO NACIONAL DE RESPOSTA A EMERGÊNCIAS - Edição Jornal
46145
post-template-default,single,single-post,postid-46145,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

VISEU VAI TER CENTRO DE COMANDO NO NOVO MODELO NACIONAL DE RESPOSTA A EMERGÊNCIAS

VISEU VAI TER CENTRO DE COMANDO NO NOVO MODELO NACIONAL DE RESPOSTA A EMERGÊNCIAS

O Governo vai avançar com a extinção dos 18 Comandos Distritais de Operações e Socorro (CDOS) e concretizar um novo modelo territorial de resposta de emergência e proteção civil, com cinco comandos regionais, um dos quais em Viseu, e 23 comandos sub-regionais, um por cada uma das comunidades intermunicipais em que o país agora está dividido.

Os cinco comandos regionais de emergência e proteção civil serão Norte, Centro (em Viseu), Lisboa e Vale do Tejo, Alentejo e Algarve e o despacho da sua criação foi já foi publicado em Diário da República.

Vão ficar sediados nas atuais instalações dos CDOS e no caso de Viseu serão feitas obras de melhoramentos do espaço.

Está ainda previsto que seja reforçada a capacidade própria de meios aéreos de combate aos incêndios rurais, com a aquisição de seis helicópteros ligeiros, seis helicópteros médios e dois aviões bombardeiros anfíbios pesados.

O Governo vai continuar este ano com as campanhas de sensibilização através da continuidade do processo de gestão de combustíveis e dos programas de autoproteção “Aldeia Segura e Pessoas Seguras” e “Condomínio de Aldeias”, que visam garantir uma maior proteção em caso de incêndio.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm.