VOLTA A PORTUGAL EM VISEU CUSTA 35 MIL EUROS E NÃO VAI TER PÚBLICO NA META - Edição Jornal
41953
post-template-default,single,single-post,postid-41953,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

VOLTA A PORTUGAL EM VISEU CUSTA 35 MIL EUROS E NÃO VAI TER PÚBLICO NA META

VOLTA A PORTUGAL EM VISEU CUSTA 35 MIL EUROS E NÃO VAI TER PÚBLICO NA META

A Volta a Portugal Especial, que começa este domingo em Fafe, e termina em Lisboa, dia 8 de outubro, vai chegar a Viseu na quarta-feira, dia 30 de setembro, mas a presença de público na zona da meta, na Avenida da Europa não é permitida, como prevenção à covid-19.

A terceira etapa começa em Felgueiras e chega a Viseu depois dos ciclistas percorrerem 172 km. A entrada no concelho faz-se pela EN2 em Póvoa de Calde seguindo o pelotão para Bigas, Quintãs, Lageosa, Folgosa – Aeródromo, Moure de Carvalhal, Av. Cidade de Salamanca, Túnel de Viriato, até à Meta, como tem sido hábito, instalada na Avenida da Europa.

Toda a organização da prova respeita um plano sanitário e de contingência especial e rigoroso, devidamente aprovado pela DGS, e assim a presença de público no local de chegada não será permitida, com a autarquia a aconselhar os viseenses a seguirem a prova através da transmissão televisiva.

Esta chegada da Volta a Viseu representa para o Município um investimento de 35 mil euros.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária  96.8 FM ou em www.968.fm